Este website utiliza cookies de forma a garantir uma melhor navegação no nosso site.
Ao continuar a navegar no site, está a concordar com a utilização de cookies. Para mais informação, clique aqui

Weber - Saint-Gobain

Renovar paredes antigas com colagem de revestimento cerâmico

Problema

A renovação de paredes antigas envolve muitas vezes a aplicação de um revestimento cerâmico como acabamento final, em situações no exterior e no interior. Trata-se de uma opção com um conjunto de vantagens associadas, desde as características funcionais (resistência, durabilidade, facilidade de limpeza,etc.) até ao valor estético e histórico.

Tratando-se de um material pesado, o suporte sobre o qual será aplicado o revestimento cerâmico deve ser capaz de proporcionar a resistência adequada à sua
estabilidade. Por outro lado, a renovação de paredes antigas coloca um conjunto de requisitos de compatibilidade entre os materiais utilizados e a natureza dos materiais originais em presença.

A combinação dos dois objetivos anteriores coloca a necessidade de utilizar no revestimento e regularização da parede um reboco com propriedades adaptadas à natureza do suporte antigo (baixas resistências, permeabilidade ao vapor de água, deformabilidade), e capaz de oferecer um nível de resistência mínimo adequado ao suporte do revestimento final.

A solução de colagem e betumação do revestimento cerâmico deverá ser escolhida em função da localização interior/exterior, da dimensão e porosidade das peças e das condições de estabilidade da parede original.

Solução

Avaliar e preparar as superfícies a revestir, eliminando os materiais soltos, pouco coesos ou degradados e lavando com jato de água de baixa pressão. Regularizar a superfície preenchendo os buracos existentes com pedaços de pedra ou tijolo e a argamassa weber.cal chapisco (encasque). No caso de superfícies muito desagregadas, realizar uma camada geral de consolidação com weber.cal chapisco. As paredes deverão ser sempre bem molhadas antes da aplicação das argamassas de reabilitação.

Realizar a camada de regularização aplicando o reboco weber.cal dur, em camadas sucessivas de menor espessura com o máximo de 3 cm por camada e mínimo de 1 cm. O reboco pode ser aplicado manualmente ou por projeção com máquina de mistura contínua. Regularizar e sarrafar cada camada e talochar a camada final. Aplicar reforços com rede de fibra de vidro, pontuais ou generalizados, quando a estabilidade do suporte ofereça dúvidas.

Colar as peças cerâmicas após pelo menos 3 semanas. Garantir que a seleção do revestimento cerâmico é compatível com as condições de estabilidade da parede original. Após a seleção do revestimento adequado, consultar o Guia de escolha na pág.108 para seleção do sistema de colagem apropriado.

Realizar a betumação das juntas entre peças usando um produto da gama weber.color (consultar págs. 94 a 103).