Este website utiliza cookies de forma a garantir uma melhor navegação no nosso site.
Ao continuar a navegar no site, está a concordar com a utilização de cookies. Para mais informação, clique aqui

Weber - Saint-Gobain

Glossário

O dicionário permite encontrar o significado das palavras relacionadas com os produtos Weber.

Abrasão

Desgaste causado nas superfícies pelo movimento de pessoas ou objectos.  

Absorção

Fixação de um gás por um sólido ou líquido, ou fixação de um líquido por um sólido. A substância absorvida infiltra-se na substância que absorve.

Acabamento

Remate final da estrutura e dos ambientes da casa, feito com os diversos revestimentos de pisos, paredes e telhados.  

Acesso

Rampa, escada, corredor ou qualquer meio de entrar e sair de um ambiente, uma casa ou um terreno.  

Aderência

Força máxima por unidade de área necessária para remover uma peça de cerâmica aplicada.

Aderência Mecânica

Aderência produzida pela penetração e endurecimento do cimento nos poros do suporte e da peça.

Aderência Química

Aderência produzida pela presença de resinas. Se a peça ou o suporte não tiverem absorção, a aderência mecânica é muito fraca, pelo que terá de haver aderência química.

Adesivo em dispersão

Argamassa à base de polímeros em dispersão utilizada para a colagem de materiais de revestimento. (EN 12004)

Aditivo

Material inorgânico finamente dividido, que pode ser adicionado à argamassa com o objectivo de obter ou melhorar propriedades especificas. (EN 13318, EN 998)

Adjuvante

Material orgânico ou inorgânico adicionado em pequenas quantidades com o objectivo de modificar as propriedades da argamassa fresca ou endurecida. (EN 13318, EN 998-1)

Adsorção

Processo que consiste na adesão de um líquido ou na condensação de um gás sobre uma superfície sólida, em forma de tênue camada molecular. Difere da absorção por ser um fenômeno de superfície, enquanto aquela é um fenômeno de massa.

Afagar

Nivelar, aplainar, desbastar saliências ou alisar madeiras.

Agregados

Material granular que não intervém na reacção de endurecimento da argamassa. (EN 998-)

Água do telhado

Cada uma das superfícies inclinadas da cobertura, que principia no espigão horizontal (cumeeira) e segue até à beirada. 

Água-furtada

Vão entre as tesouras do telhado. Ângulo do telhado por onde correm as água pluviais. Sótão com janelas que se abrem sobre as águas do telhado.

Água-furtada

Vão entre as tesouras do telhado. Ângulo do telhado por onde correm as água pluviais. Sótão com janelas que se abrem sobre as águas do telhado.

Água-mestra

Nos telhados rectangulares de é o nome que se dá às duas águas de forma trapezoidal. As duas águas triangulares chamam-se tacaniças.  

Alicerce

Ver Fundação. 

Alvenaria

Conjunto de pedras, de tijolos ou de blocos, com ou sem argamassa, que forma paredes, muros e alicerces. Quando esse conjunto sustenta a casa, denomina-se alvenaria estrutural.

Andaime

Plataforma usada para alcançar pavimentos superiores das construções.  

Aprumar

Acertar a verticalidade de paredes e colunas por meio do prumo.  

Ar incluído

Quantidade de ar contido numa argamassa. (EN 1015-7)

Argamassa

Mistura de um ou mais ligantes orgânicos ou inorgânicos, agregados, cargas, aditivos e/ou adjuvantes.

Argamassa colorida

Argamassa especialmente pigmentada para uma função decorativa.

Argamassa de Juntas

Argamassa para enchimento (betumação) das juntas entre elementos de alvenaria, revestimentos cerâmicos e outros.

Argamassa de Resina Reactiva

Mistura de resinas sintéticas, cargas finas e/ou agregados minerais e aditivos orgânicos que endurecem por reacção química. Os componentes pré–doseados são embalados prontos a misturar. (EN 12004).

Argamassa em dispersão

Argamassa de ligante(s) orgânico(s), na forma de polímeros em dispersão aquosa, com aditivos orgânicos, agregados minerais e/ou cargas finas. A mistura está pronta a aplicar.

Argamassa em pasta (fresca)

Argamassa doseada, misturada e amassada, pronta a aplicar.

Argamassa feita em obra (ou tradicional)

Argamassa composta por constituintes primários (por exemplo, ligantes, agregados e água), doseados e misturados em obra.

Argamassa hidráulica

Argamassa que contém um ligante mineral hidráulico, que endurece com água.

Argamassa Industrial

Argamassa doseada e misturada em fábrica. Pode apresentar-se “em pó”, requerendo apenas a adição de água, ou “em pasta”, já amassada fornecida pronta a aplicar.

Argamassa industrial semi-acabada

Argamassa pré-doseada, a modificar em obra.

Argamassa leve

Argamassa de desempenho cuja densidade após endurecimento é inferior a 1400 kg/m3.(EN 998)

Argamassa multi-componente

Argamassa com os componentes pré-doseados (por exemplo, pó + líquido), para misturar em obra.

Argamassa pré-doseada

Componentes doseados em fábrica e fornecidos obra, onde serão misturados segundo instruções e condições do fabricante. (Por exemplo, silo multi-câmara).

Argamassa pré-misturada

Componentes doseados e misturados em fábrica, fornecidos à obra, onde serão adicionados outros componentes que o fabricante específica ou também fornece. (por exemplo, cimento).

Armadura estrutural

Conjunto de ferros que ficam dentro do betão e dão rigidez à obra.

Arrimar

Apoiar, encostar, escorar.  

Assentar

Colocar e ajustar tijolos, blocos, esquadrias, pisos, pastilhas e outros acabamentos

Auto-regularização

Capacidade de uma argamassa fluída fresca para formar naturalmente uma superfície lisa.

Azulejo

Ladrilho. Placa de cerâmica polida e vidrada de diversas cores.

Balcão

Elemento em balanço, na altura de pisos elevados, disposto diante de portas e janelas. É protegido com grades ou peitoril.

Baldrame

Designação genérica dos alicerces de alvenaria. Conjunto de vigas de betão armado que corre sobre qualquer tipo de fundação. Peças de madeira que se apoiam nos alicerces de alvenaria e que recebem o vigamento do soalho.

Barrote

Pequena peça de madeira, chumbada com massa na laje, que permite fixar o piso de tábua.

Basculante

Sistema empregado em portas e janelas, onde as peças giram em torno de um eixo até atingir a posição perpendicular em relação ao batente ou à esquadria, abrindo vãos para ventilação.

Batente

Rebaixo onde a porta ou a janela se encaixam ao fechar. A folha que fecha primeiro, na portas ou janela. 

Beiral

Prolongamento do telhado para além da parede externa, protegendo-a da acção das chuvas. As telhas dos beirais podem ser sustentadas por mãos-francesa.

Betoneira

Máquina que prepara o betão ou mistura as argamassas.

Bloco cerâmico

Elemento de vedação com medida-padrão. Pode ter função estrutural ou não.

Bloco de betão

Elemento de dimensões padronizadas. Tem função estrutural ou decorativa

Bloco de vidro

Elemento de vedação que ajuda a iluminar o ambiente.

Boleado

Acabamento abaulado no contorno da superfície de madeira, pedra, plástico ou metal.

Braçadeira

Peça metálica que, normalmente, segura as vigas ou tesouras do madeiramento. Também fixa peças, como tubos, em paredes.  

Caixa de escada

Espaço, em sentido vertical, destinado à escada. 

Caixa-d'água

Depósito de água confeccionado em materiais como betão armado, fibrocimento, aço ou plástico.  

Calafetar

Vedar fendas e pequenos buracos surgidos durante a obra.

Calha

Canal. Duto de alumínio, ferro galvanizado, cobre, PVC ou latão que recebe as águas das chuvas e as leva aos condutores verticais. 

Cantoneira

Peça em forma de L que remata quinas ou ângulos de paredes. Também serve de apoio a pequenas prateleiras.  

Capilaridade

Capacidade de uma argamassa para absorver naturalmente a água líquida. Permite quantificar a impermeabilidade, quanto menor a capacidade, mais impermeável será uma argamassa,

Capitel

Parte superior, em geral esculpida, de uma coluna. Alguns capitéis são simples, pouco ornamentados, a exemplo dos dóricos. Outros, como os jónicos, são rematados com volutas. 

Carbonatação Superficial

Fenómeno devido ao qual surgem manchas brancas na superfície de um revestimento à base de cimento. Este fenómeno deve-se ao transporte de cal contida no cimento, através da água do amassado que migra para a superfície.

Cascalho

Lasca de pedra.

Cave

Pequeno espaço situado entre o solo e o primeiro pavimento de uma casa.  

Cavilha

Peça de fixação que serve para manter juntas as peças de madeira, as estruturas de alvenaria, etc. 

Cerâmica

Objectos de argila, tais como tijolos, telhas e vasos. Também se refere às lajetas usadas em pisos ou como revestimento de paredes.

Chanfrar

Cortar em diagonal os ângulos rectos de uma peça.  

Chumbar

Fixar com cimento.  

Cimento

Aglomerante obtido a partir do cozimento de calcários naturais ou artificiais. Misturado com água, forma um composto que endurece em contacto com o ar. É usado com cal e areia na composição das argamassas. O cimento de uso mais frequente hoje é o Portland, cujas características são resistência e solidificação em tempo curto.

Cimento-cola

Mistura de ligantes hidráulicos, cargas, polímeros e outros aditivos orgânicos utilizados para colar materiais de revestimento. (EN 12004)

Clarabóia

Abertura no tecto da construção, fechada por caixilho com vidro ou outro material transparente, para iluminar o interior.

Cobertura

Conjunto de madeiramentos e de telhas que serve de protecção à casa.  

Cola Reactiva

Argamassa de dois componentes reactivos para a colagem de materiais. (EN 12004 e EN 1504-1)

Colagem Dupla

Barramento no suporte e na peça (no tardoz). Serve para reforçar a resistência da colagem.

Colagem simples

Colagem por aplicação de cola no suporte onde se aplicará a peça cerâmica

Colas bi-componente

Colas constituídas por duas partes a serem misturadas aquando da aplicação. Geralmente uma das partes é de base cimentícia, sendo a outra uma resina.

Colas de ligantes mistos

Colas que incluem cimento e resinas na sua formulação.

Compactação

Processo manual ou mecânico para aumentar a densidade de uma argamassa fresca. (EN 13318)

Consistência

Fluidez de uma argamassa fresca.

Contra-piso

Camada, com cerca de 3 centímetros de cimento e areia, que nivela o piso antes da aplicação do revestimento.  

Deformabilidade

Capacidade de uma argamassa endurecida para ser deformada por meio de tensões, sem destruição da sua estrutura. Esta característica pode ser avaliada pelo módulo de elasticidade, que pode ser medido em condições dinâmicas ou estáticas. (ISO 5271 + 2)

Deformação Transversal

Propriedade que permite avaliar a capacidade de deformação de uma argamassa-cola a sua capacidade para suportar situações mais severas como fachadas e pavimentos radiantes

Desgaste

Ver Abrasão.

Deslizamento

Movimento descendente de um azulejo aplicado sobre uma camada de cola em posição vertical ou inclinada.

Deslizamento

Movimento descendente de um azulejo aplicado sobre uma camada de cola em posição vertical ou inclinada (EN 1308)

Dilatação

Aumento de dimensão. Aumento do volume dos corpos, principalmente a partir da acção do calor. Os projectos de engenharia e arquitectura trabalham com previsões de dilatação dos materiais e dos elementos envolvidos numa estrutura de construção. Ver Junta de dilatação.

Durabilidade

Resistência da argamassa a diferentes condições químicas, mecânicas e climáticas, que asseguram o seu desempenho ao longo do tempo de vida útil.

Duto

Tubo que conduz líquidos (canos), fios (condutas) ou ar. 

Eflorescência

Formação de cristais de sais à superfície de uma argamassa. (EN 13318).

Elemento vazado

Peça produzida em betão, cerâmica ou vidro, dotada de aberturas que possibilitam a passagem do ar e luz para o interior da casa. Comum em muros, paredes e fachadas.

Empena

Cada uma das duas paredes laterais onde se apoia a cumeeira nos telhados de duas águas.

Encastrado

Encaixado, embutido.  

Escora

Peça metálica ou de madeira que sustenta ou serve de trava a um elemento construtivo quando este não suporta a carga exigida.  

Espelhado

Superfície polida, de modo a adquirir a aparência lisa e cristalina do espelho.

Esquadria

Qualquer tipo de caixilho usado numa obra, como portas, janelas, etc.

Estaca

Peça longa, geralmente de betão armado, que é cravado nos terrenos. Transmite o peso da construção para as partes subterrâneas - e mais resistentes.  

Estrutura

Conjunto de elementos que forma o esqueleto de uma obra e sustenta paredes, telhados ou forros.  

Fachada

Cada uma das faces de qualquer construção.

Fiada

Fileira horizontal de pedras ou de tijolos na mesma altura que entram na formação de uma parede.

Fissura

Corte superficial no betão ou na alvenaria.  

Flexibilidade

(Módulo de elasticidade dinâmica), relação entre uma força que actua sobre uma determinada área de um corpo e a deformação unitária que este alcança. É um parâmetro que exprime a capacidade de uma argamassa para se deformar. Quanto menor o seu valor, maior a elasticidade de uma argamassa.

Forma

Elemento montado na obra para fundir o betão, dando formas definitivas a vigas, pilares, lajes, etc., de betão armado, que irão compor a estrutura da construção. Em geral, são de madeira ou de metal.  

Fossa séptica

Cavidade subterrânea, feita de cimento ou de alvenaria, onde os esgotos são acumulados, sendo posteriormente encaminhados a uma nova fossa ou à rede de esgotos.

Fundação (ou Alicerce)

Conjunto de estacas e sapatas responsável pela sustentação da obra. Há dois tipos de fundação rasa, ambas indicadas para terrenos firmes: a sapata isolada, que é composta por elementos de betão de forma piramidal, construídos nos pontos que recebem a carga dos pilares e interligados por baldrames; e a sapata corrida, constituída por pequenas lajes armadas, que se estendem sob a alvenaria e recebem o peso das paredes, distribuindo-o por uma faixa maior do terreno. Para terrenos mais difíceis, existem as fundações profundas, como as estacas tipo broca ou tipo strauss. 

Granito

Rocha cristalina formada por quartzo, feldspato e mica. Muito usado para revestir pisos. Existem diversas cores de granito e, muitas vezes, o seu nome deriva da sua cor ou do local onde fica a jazida.

Grés porcelânico

Material de altas prestações técnicas, caracterizado por se aproximar, mais do que nenhum outro produto cerâmico, do conceito de rocha  ou pedra natural. É um material vitrificado em toda a sua massa e apresenta como característica essencial uma porosidade extremamente baixa, que lhe confere excelentes propriedades mecânicas e químicas, resistente à geada, logo bastante útil para uso como pavimento ou revestimento exterior em zonas frias. Tem, ainda, uma grande resistência ao ataque de agentes químicos e produtos de limpeza e uma boa resistência à abrasão.

Impermeabilidade

Capacidade de uma argamassa para prevenir a entrada de água no substrato, sob uma certa pressão.

Infiltração

Acção de líquidos no interior das estruturas construídas. Existem dois tipos básicos: de fora para dentro, quando se refere aos danos causados pelas chuvas ou pelo lençol freático; e de dentro para fora, quando a construção sofre os efeitos de vazamentos ou problemas no sistema hidráulico.  

Insolação

Quantidade de energia térmica proveniente dos raios solares recebida por uma construção.

Isolamento

Recurso para resguardar um ambiente do calor, do som e da humidade.

Junta

Articulação. Linha ou fenda que separa dois elementos diferentes mas justapostos.  

Junta de dilatação

Recurso que impede rachaduras ou fendas. São réguas muito finas de madeira, metal ou plástico que criam o espaço necessário para que os materiais como betão, cimento, etc. se expandam sem danificar a superfície.  

Ladrilho

Peça quadrada ou rectangular, com pouca espessura, de cerâmica, barro cozido, cimento, mármore, pedra, arenito ou metal.  

Laje

Estrutura plana e horizontal de pedra ou betão armado, apoiado em vigas e pilares, que divide os pavimentos da construção.  

Lambris

Faixas inferiores das paredes (rodapés).

Mosaico

Trabalho executado com pequenos pedaços de vidro, pedras ou de cerâmicas incrustados em base de argamassa, estuque ou cola.

Norma técnica

Regra que orienta e normaliza a produção de materiais de construção.

Ogiva

Forma característica das abóbadas góticas.

Ombreira (ou Umbral)

Cada uma das peças verticais de portas e janelas responsáveis pela sustentação das vergas superiores.  

Orientação

Posição da casa em relação aos pontos cardeais.  

Ornato

Adorno. Elemento com função decorativa.

Painel

Grande superfície decorada, tanto no interior como no exterior da construção. Nesse sentido, apresenta composições de mosaicos, pastilhas, porcelanas ou cerâmicas.

Palafita

Conjunto de estacas que sustenta a construção acima do solo nas habitações lacustres.

Parapeito

Peitoril. Protecção que atinge a altura do peito, presente em janelas, terraços, sacados, patamares, etc. Diferencia-se do guarda-corpo por se tratar de um elemento inteiro, sem grades ou balaústres.

Parede

Elemento de vedação ou separação de ambientes, geralmente construído em alvenaria.

Parquet

Piso feito da composição de tacos, que formam desenhos a partir da mistura de tonalidades de várias madeiras.

Passadiço

Corredor, galeria ou ponte que liga dois sectores ou alas de uma construção.

Pasta adesiva

Material de colagem pronto a aplicar, em pasta, isento de cimento

Pastilha

Pequena peça de revestimento, quadrada ou hexagonal, feita de cerâmica, porcelana ou vidro. 

Patamar

Piso que separa os lances de uma escada.

Patine

Efeito oxidado, obtido artificialmente por meio de pintura ou pela acção do tempo, que dá aspecto antigo às superfícies.

Pedra

Corpo sólido extraído da terra, ou patido de rochedo, que se emprega na construção de edifícios, no revestimento de pisos e em peças de acabamento.

Peitoril

Base inferior das janelas que se projecta além da parede e funciona como parapeito.

Permeabilidade ao vapor de água

Fluxo de vapor de água que atravessa a argamassa, em condições de equilíbrio, por unidade de superfície e pressão de vapor. (EN 1015-19)

pH

Parâmetro definido por escala logarítmica que exprime a acidez ou alcalinidade de uma solução, com valores compreendidos entre 0 e 14, onde os ácidos apresentam valores baixos e as bases valores elevados.

Pilar

Elemento estrutural vertical de betão, madeira, pedra ou alvenaria. Quando é circular, recebe o nome de coluna.  

Pilotis

Conjunto de colunas de sustentação do prédio que deixa livre o pavimento térreo.

Piso

Andar. Conjunto de dependências de um edifício situadas num mesmo nível.

Plastificante

Adjuvante que permite uma redução da quantidade de água de amassadura, sem afectar a consistência, ou que permite um aumento da fluidez sem afectar a quantidade da água de amassadura, ou ambos os efeitos em simultâneo. (EN 13318)

Poder Molhante

Capacidade de uma camada de argamassa aplicada para molhar a peça cerâmica.

Polir

Lustrar uma superfície. São comuns os polimentos das pedras usadas nos revestimentos de paredes e pisos. 

Pré-fabricado

Qualquer elemento produzido ou moldado industrialmente, de dimensões padronizadas. O seu uso tem como objectivo reduzir o tempo de trabalho e racionalizar os métodos construtivos. 

Projecto

Plano geral de uma construção, reunindo plantas, cortes, elevações, pormenorização de instalações hidráulicas e eléctricas, previsão de paisagismo e acabamentos.  

Prumada

Posição vertical da linha do prumo. Também denomina a linha das paredes de uma construção. 

Reboco

Revestimento de parede feito com massa fina, podendo receber pintura directamente ou ser recoberto com massa corrida.  

Reforço

Perfis, arames, redes ou fibras adicionadas a argamassas, ou incorporadas num reboco ou no sistema, com o objectivo de aumentar a sua resistência mecânica. (EN 13318, EN 13500)

Remate

Finalizar um serviço na fase de acabamento da obra. 

Resistência à abrasão

Resistência ao desgaste da superfície de uma argamassa endurecida, por acção mecânica. (ISO 7784-2) (EN 12808-2)

Resistência à compressão

Força máxima por unidade de área suportada por uma argamassa endurecida, quando sujeita a uma força de compressão.

Resistência à flexão

Tensão de ruptura) de uma argamassa, determinada pela aplicação de uma força de flexão em três pontos. (EN 1015-11) (EN 13888)

Resistência à tracção

Capacidade (da superfície) da argamassa para resistir a uma força de tracção aplicada perpendicularmente à sua superfície. (EN 1348) (EN 1015-12) (EN 12636)

Resistência ao corte

Resistência determinada pela aplicação de uma força exercida paralelamente ao plano de aderência. (EN1322) (EN12615).

Resistência ao escorregamento

Capacidade de um revestimento de solo em proporcionar atrito para impedir o escorregamento de pessoas ou veículos. (EN 13318)

Retardador

Adjuvante que retarda o inicio da presa. (EN 13318)

Retenção de Água

Capacidade de uma argamassa hidráulica fresca para reter a água de amassadura, quando exposta à sucção do suporte, permitindo o seu endurecimento normal. (EN 1015-8)

Retracção

Redução do volume de uma argamassa, sem suporte, durante o seu endurecimento. (EN 12808-4)

Revestimento

Designação genérica dos materiais que são aplicados sobre as superfícies toscas e que são responsáveis pelo acabamento.

Rodapé

Faixa de proteção ao longo das bases das paredes, junto ao piso. Os rodapés podem ser de madeira, cerâmica, pedra, mármore, etc.

Rugosidade

Característica da textura da superfície de uma argamassa.

Ruptura adesiva

Ruptura que ocorre na interface entre a argamassa e o suporte, ou material, associado. O valor obtido equivale à aderência.

Ruptura coesiva

Ruptura que ocorre no interior da argamassa (a resistência desta é inferior à do suporte), ou ruptura que ocorre no suporte (onde a resistência da argamassa é superior à do suporte).

Sapatas

Parte mais larga e inferior do alicerce. Há dois tipos básicos: a isolada e a corrida. A primeira é um elemento de betão de forma piramidal construído nos pontos que recebem a carga dos pilares. Como ficam isoladas, essas sapatas são interligadas pelo baldrame. Já a sapata corrida é uma pequena laje armada colocada ao longo da alvenaria que recebe o peso das paredes, distribuindo-o por uma faixa maior de terreno. Ambos os elementos são indicados para a composição de fundações assentes em terrenos firmes.  

Selagem

Aplicação com o objectivo de isolar o elemento original

Sifão

Peça formada por um compartimento que retém água, encontrado na saída das bacias sanitárias, nos ralos sifonados e em caixas de inspecção nas redes de esgotos.  

Silicone

Material usado na vedação, na adesão e no isolamento de qualquer superfície (cimento, vidro, azulejo, bloco, cerâmica, madeira, etc.) que exija protecção contra infiltrações de água.

Sofito

Plano inferior da saliência de uma cornija ou de outro corpo saliente de um edifício. (EN 13499)

Soleira

A parte inferior do vão da porta no solo. Também designa o remate na mudança de acabamento de pisos, mantendo o mesmo nível, e nas portas externas, formando um degrau na parte de fora.

Sótão

Divisão que surge dos desníveis do telhado no último pavimento de uma construção. 

Superplastificante

Adjuvante que permite reduzir fortemente a quantidade de água de amassadura, sem afectar a consistência, ou que permite um aumento da fluidez, não afectando a quantidade da água de amassadura, ou ambos os efeitos em simultâneo. (EN 13318)

Suporte

Superfície na qual se aplica a argamassa. Reboco mineral ou orgânico ou pintura. (EN 13499)

Taco

Cada uma das pequenas peças de madeira que formam o parquet.  

Tempo Aberto

Intervalo de tempo máximo, após a aplicação de uma cola, até ao qual as peças cerâmicas podem ser coladas sem diminuição das propriedades adesivas da cola.

Tempo de ajustabilidade

Intervalo de tempo máximo durante o qual se pode ajustar a posição de uma peça cerâmica aplicada sobre uma camada de cola, sem esta perder a sua capacidade de colagem.

Tempo de Armazenamento (Validade)

Período de tempo durante o qual uma argamassa, armazenada em condições definidas, conserva as suas propriedades de aplicação. (EN 12004).

Tempo de colocação em serviço

Tempo mínimo necessário, depois da colocação, para poder circular. Distinguem-se 3 casos: tempo para fazer juntas, para circulação e para tráfego intenso.

Tempo de Endurecimento

Intervalo de tempo necessário para que uma argamassa desenvolva a sua resistência. Na prática corresponde ao tempo necessário à sua utilização em serviço.

Tempo de presa

Intervalo de tempo que decorre desde o início até ao final do processo de endurecimento de um produto. A presa é produzida pela reacção do cimento com a água.

Tempo de repouso do amassado

Tempo mínimo necessário desde a mistura de uma argamassa até à sua aplicação.

Tempo de Vida

Período de tempo após a amassadura, durante o qual a argamassa é utilizável. (EN 1015-9)

Tempo de vida do amassado

Intervalo de tempo máximo durante o qual uma argamassa pode ser utilizada, após a sua mistura com água.

Terraço

Cobertura plana. Galeria descoberta. Espaço aberto ao nível do solo ou em balanço.

Terracota

Argila modelada e cozida. Também designa nuances do marron que lembram a cor da terra.

Textura

Efeito plástico. Massa, tinta, ou qualquer material empregado para revestir uma superfície, deixando-a áspera.  

Tijolo

Peça de barro cozido usada na alvenaria. Tem forma de paralelepípedo rectangular com espessura igual a metade da largura, que, por sua vez, é igual a metade do comprimento. Os tijolos laminados são produzidos industrialmente.

Tixotropia

Variação da consistência de uma argamassa em pasta, por acção de um movimento ou força de agitação.

Trabalhabilidade

Conjunto de propriedades de aplicação de uma argamassa, que caracterizam a sua adequação ao uso. (EN 1015-9)

Transferência

Propriedade da cola a deformar-se sobre a peça, de modo a obter uma superfície de contacto suporte/cola/peça máxima. Depende da espessura da cola, da pressão feita sobre a peça e do tempo aberto. Quanto mais tempo decorrer entre o espalhamento da cola e a colocação das peças, mais difícil será a sua transferência, pelo que deverá ser exercida maior pressão.

Varanda

Alpendre grande e profundo. Ver Sacado.  

Viga

Elemento estrutural de madeira, ferro ou betão armado responsável pela sustentação das lajes. A viga transfere o peso das lajes e dos demais elementos (paredes, portas, etc.) para as colunas.

Vigota

Pequena viga

Vitrificado

Material que assume a aparência do vidro. Muitas vezes, resulta da aplicação de uma camada de vidro sobre outro material.

Volumetria

Conjunto de dimensões que determinam o volume de uma construção, dos agregados, da terra retirada ou colocada no terreno, etc.