Este website utiliza cookies de forma a garantir uma melhor navegação no nosso site.
Ao continuar a navegar no site, está a concordar com a utilização de cookies. Para mais informação, clique aqui

Weber - Saint-Gobain

Colagem de pedra natural em fachadas

Problema

A aplicação de elementos em pedra natural numa fachada tem-se revelado como uma solução de grande valor, do ponto de vista arquitectónico, uma vez que corresponde aos elevados padrões de estética exigidos pelos prescritores. É fundamental que este tipo de aplicação seja concebido tendo em conta as características mineralógicas, físico-químicas e comportamento mecânico de cada tipologia de pedra e não apenas a componente estética da mesma.

É fundamental conhecer o tipo de pedra a aplicar num revestimento de fachada para garantir a adequabilidade a solução prescrita a cada situação. Não existem duas pedras completamente iguais e, até na mesma peça, existem diferenças de cor, tonalidade e constituintes mineralógicos. A Saint-Gobain Weber Portugal aconselha
a caracterização prévia da pedra e disponibiliza um serviço de consultoria para ajudar a escolher a solução mais adequada.

Dependendo do tamanho e peso da peça é necessário adequar o tipo de fixação a fazer. Para pedras até 60x60cm, considerando 2cm a espessura máxima, podem ser usados cimentos-cola com aderência e deformabilidade adequada à aplicação em
fachada. A melhor solução é utilizar os cimentos-cola weber.col flex L e weber.col flex XL.

Caso a dimensão das pedras seja superior a 60x60cm por 2cm de espessura é necessário utilizar um sistema de fixação misto. Isto é, um sistema de colagem dupla
das pedras com weber.col flex L ou weber.col flex XL e reforço com fixação mecânica weber.dual fix – solução de aplicação de pedra natural de grande formato.

Solução

Utilizar weber.col flex L branco na colagem de pedra natural de formato máximo 2400cm2 e 2 cm de espessura. Caso a dimensão das pedras exceda esta medida utilizar weber.col flex XL na colagem das mesmas até um formato máximo de 3600cm2 e 2 cm de espessura. A colocação de peças de formatos muito grandes ou de peso excessivo deve ser prevista com um sistema misto, ou seja, de colagem e fixação mecânica.

Antes de iniciar a colagem, verificar se o suporte tem resistência suficiente para suportar o peso do revestimento colado. Em seguida, verificar se se encontra limpo, seco e sem areias soltas que dificultem a ligação da cola. Prever juntas entre pedras, assim como juntas de fraccionamento com largura suficiente para absorver as dilatações e contracções das peças. As juntas entre peças não devem ter menos de 5mm de largura.

Misturar weber.col flex L ou weber.col flex XL com a quantidade de água recomendada no saco. Espalhar a cola no suporte em barramento fino e apertado com o lado liso da talocha. Logo em seguida, estender a cola em pequenas quantidades sobre o suporte com a ajuda de uma talocha denteada adequada ao formato da peça a colar. Para colagem de pedra natural deve ser utilizada uma talocha de 9x9x9mm, ou com dente em meia-lua.

Em fachada deve realizar-se sempre colagem dupla, pelo que a cola também tem de ser aplicada no tardoz da peça regularizando a espessura com a talocha denteada. Colocar a peça sobre a cola e pressionar o suficiente para garantir que os cordões são completamente esmagados. Para uma colagem eficiente os cordões de cola não podem ser visíveis e a transferência entre a peça e o suporte tem de ser maior que 90%. Proceder à betumação das juntas decorridas no mínimo 48 horas da aplicação.

Para pedras de formatos muito grandes, superiores a 3600cm2 e 2 cm de espessura, o reforço da colagem com fixação mecânica é fundamental. Nestes casos, deve iniciar-se o processo com um estudo cuidado da fachada e das pedras a aplicar de forma a garantir a correcta execução da solução mista (colagem + fixação).

Efectuar os cortes nas pedras com a ajuda de uma rebarbadora após ter medido o centro da espessura. Efectuar uma limpeza cuidada da pedra que evite a deposição de poeiras que dificultem a aderência.

Espalhar weber.col flex L ou weber.col flex XL branco no suporte e no tardoz da pedra. Efectuar a colagem garantindo o esmagamento dos sulcos.

Fazer a marcação da zona de fixação dos perfis de sustentação weber.dual fix. Realizar as furações e o aperto dos parafusos. Prever na colocação das pedras, juntas de colocação e fracionamento adequadas. Selar com bucha química. Cada pedra, independentemente do seu tamanho, necessita de 2 grampos.

Espalhar novamente cola sobre os perfis para colocação da segunda pedra sobreposta, efectuando o mesmo processo da aplicação descrito anteriormente.

Preencher as juntas de colocação decorridas no mínimo, 48 horas de aplicação com weber.color flex ou weber.color premium. Proteger os topos do revestimento de possíveis entradas de água para evitar carbonatação. No final de 28 dias e como complemento, pode procederse à hidrofugação de toda a fachada com weber.hydrofuge B.

Solução com os seguintes produtos Weber

Solução 1

weber.col flex L

Colagem de cerâmica, pedra natural e mosaico hidráulico de grande e médio formato em fachadas, pavimentos e paredes exteriores e interiores

weber.col flex XL

Colagem de cerâmica, pedra natural e mosaico hidráulico de grande e médio formato em fachadas, pavimentos e paredes exteriores e interiores

Solução 2

weber.color flex

Argamassa colorida de acabamento areado para juntas em interior e exterior

weber.color premium

Argamassa colorida de acabamento liso para juntas anti-fungos