Este website utiliza cookies de forma a garantir uma melhor navegação no nosso site.
Ao continuar a navegar no site, está a concordar com a utilização de cookies. Para mais informação, clique aqui

Weber - Saint-Gobain

Colagem de lâmina cerâmica

Problema

Um dos mais notáveis desenvolvimentos da indústria cerâmica está relacionado com a excepcional diminuição da espessura das peças. Estes materiais de revestimento têm espessuras entre 3 e 7,5 mm podendo ser fornecidos com ou sem um reforço de malha de fibra de vidro e resina, dependendo das aplicações previstas.

Uma vez que se trata de grés porcelânico de espessura reduzida é de extrema importância que a sua instalação seja feita com o máximo cuidado, de forma a garantir a resistência adequada do revestimento.
Um dos cuidados fundamentais na aplicação das peças é a total cobertura do tardoz com adesivo (colagem dupla) para não existirem «zonas ocas» que fragilizem a resistência nessa área.

As zonas não preenchidas com cola deixam espaços vazios entre a peça e o suporte, o que em caso de tensão as torna zonas susceptíveis de ruptura, ou seja, a peça parte com muito mais facilidade nestas áreas. Neste caso, os pavimentos são mais sensíveis. De igual forma, as peças de maior formato apresentam- -se como um desafio para o aplicador quando a cobertura total da peça é exigida.

As peças reforçadas com fibra de vidro e uma resina polimérica exigem colas de elevada aderência e deformabilidade, uma vez que a ligação é feita a este material e não ao grés porcelânico. A aplicação prevista para o revestimento deve ter em consideração estas duas propriedades da cola.

Solução

Selecionar a cola a usar tendo em conta o formato da peça, a deformabilidade necessária e o local de aplicação. weber.col flex XL, weber.col renovation e weber.color epoxy são adesivos compatíveis com a maioria das resinas utilizadas no reforço de lâminas cerâmicas. No entanto, é fundamental verificar que as peças reforçadascom resinas e rede possuem espaços vazios que permitam a ancoragem da cola no tardoz da mesma.

Espalhar a cola sobre o suporte e no tardoz da peça com a ajuda da talocha denteada. Colocar a peça de forma a que esta assente completamente sobre a cola. É de extrema importância garantir que todo o tardoz é coberto por cola, pelo que deve usar-se uma talocha de betumarão para bater as peças, em vez do maço de borracha para não existir risco de fratura.

Após o assentamento das peças e garantido o recobrimento da mesma com cola, é necessário remover totalmente o excesso de cola nas juntas. Tratando-se de peças na maioria com 3 mm, é importante que esta espessura exista para preenchimento com argamassa de juntas. Esta é a espessura mínima para garantir a resistência exigida para a argamassa de juntas.

Preencher as juntas, após remoção das cruzetas distanciadoras com a weber.color slim. Limpar logo em seguida com esponja ligeiramente humedecida para evitar a carbonatação da mesma. Realizar uma limpeza final no dia seguinte à aplicação com
pano seco ou ligeiramente humedecido.

Solução com os seguintes produtos Weber

Solução 1

weber.col flex XL

Colagem de cerâmica, pedra natural e mosaico hidráulico de grande e médio formato em fachadas, pavimentos e paredes exteriores e interiores

weber.col renovation

Colagem de cerâmica, pedra natural e mosaico hidráulico de médio e grande formato em exteriores e interiores

weber.color epoxy

Argamassa para juntas em ambientes quimicamente exigentes

Solução 2

weber.col flex L

Colagem de cerâmica, pedra natural e mosaico hidráulico de grande e médio formato em fachadas, pavimentos e paredes exteriores e interiores

weber.color slim

Argamassa colorida de acabamento liso para renovação de juntas

weber.color premium

Argamassa colorida de acabamento liso para juntas anti-fungos

weber.col XXL

Colagem de elevada exigência de pedra natural, cerâmica e mosaico hidráulico em interiores e exteriores